Blog

Como a Tecnologia pode ajudar crianças com Dislexia

Postado em 2 de agosto de 2019 - por codeBuddy

Quem pensa que essas coisas não podem estar interligadas está muito enganado!

Você pode estar se perguntando sobre o que a gente está falando, certo? Calma que a gente explica!

Mais uma vez, a Microsoft, empresa de um dos homens mais ricos, bem-sucedidos e mais preocupados com o futuro do mundo, Bill Gates, surpreendeu ao anunciar que uma nova ferramenta inspiradora.

Chamada de Ferramenta de Aprendizagem Microsoft (do inglês Microsoft Learning Tools), o recurso – disponível até o momento somente para algumas plataformas da Microsoft – vem com uma proposta encantadora e revolucionária.

O sistema implementa técnicas comprovadas para melhorar a leitura e escrita para pessoas com dificuldades de aprendizado causado pela leitura, como é o caso de jovens e crianças com dislexia.

Clique aqui e veja o vídeo de apresentação do projeto (ative as legendas em português). Não é incrível?

Lendo bem a Dislexia

A palavra dislexia é formada pela contração das palavras gregas dis que significa difícil e lexis, palavra que caracteriza uma dificuldade na área da leitura, escrita e soletração. ¹

A Associação Internacional de Dislexia (IDA) define a dislexia como “um dos muitos distúrbios de aprendizagem caracterizado pela dificuldade de decodificação das palavras simples, mostrando uma insuficiência no processamento fonológico”Os principais sintomas são dificuldades em pronunciar corretamente as palavras, em ler rapidamente, em escrever palavras à mão, em subvocalizar palavras, em pronunciá-las corretamente ao ler em voz alta e em compreender aquilo que se está a ler. Porém esse diagnóstico é feito por uma equipe multiprofissional, envolvendo Professores, Pedagogos, Neurolinguistas, Fonoaudiólogos e Psicólogos. Então, caso note algum desses sintomas em seus filhos ou crianças próximas, procure orientação médica! #DicacodeBuddy ;D

Tipos de Dislexia

Dislexia disfonética: dificuldades de percepção auditiva na análise e síntese de fonemas, dificuldades temporais, e nas percepções da sucessão e da duração ( troca de fonemas – sons, grafemas – diferentes, dificuldades no reconhecimento e na leitura de palavras que não têm significado, alterações na ordem das letras e sílabas, omissões e acréscimos, maior dificuldade na escrita do que na leitura, substituições de palavras por sinônimos);

Dislexia diseidética: dificuldade na percepção visual, na percepção gestáltica, na análise e síntese de fonemas (leitura silábica, sem conseguir a síntese das palavras, aglutinações e fragmentações de palavras, troca por equivalentes fonéticos, maior dificuldade para a leitura do que para a escrita);

Dislexia visual: deficiência na percepção visual; na coordenação visomotora (não visualiza cognitivamente o fonema);

Dislexia auditiva: deficiência na percepção auditiva, na memória auditiva (não audiabiliza cognitivamente o fonema)

Dislexia mista: que seria a combinação de mais de um tipo de dislexia.  

Dislexia e Educação

A dislexia afeta diretamente na educação, uma vez que dificulta o aprendizado do aluno. Muitas vezes os sintomas são ignorados pelos professores que consideram os alunos preguiçosos ou até mesmo questionam a inteligência dos alunos.

Por isso é importante que os educadores conheçam os sintomas e saibam lidar com os alunos disléxicos ou com qualquer outro quadro que dificulte o aprendizado.

Aqui na codeBuddy, por termos uma metodologia exclusiva e individual, os professores são capazes de perceber as dificuldades de cada aluno e ajudá-los a progredir, cada um em seu próprio ritmo de aprendizado.

Dislexia e Tecnologia

A tecnologia está presente em várias áreas da nossa vida e na educação não poderia ser diferente. A Ferramenta de Aprendizagem da Microsoft é um excelente auxílio para jovens e também adultos na hora da leitura.

“A tecnologia favorece o incentivo a leitura e escrita, e tem o poder de minimizar as dificuldades de aprendizado das crianças com dislexia. Quando encontram uma ferramenta ou mecanismo de ajuda, isso desperta um maior engajamento, potencializando a capacidade de aprendizado delas”, afirmou Marcely Ishigaki que é Coordenadora Pedagógica da codeBuddy, Pedagoga  formada pela Unimontes, e trabalha na área da educação há 10 anos.

Ou seja, essa nova ferramenta da Microsoft pode melhorar em muito o aprendizado de milhares de crianças e contribuir para um futuro ainda melhor e mais tecnológico!

Você conhece alguém que pode precisar dessa Ferramenta? Indica esse artigo pra ela e conta pra gente os resultados depois!

Compartilhe esse texto

< Blog >

Outros artigos

6 perguntas sobre ensino de tecnologia para crianças que ouvimos sempre

6 competências que ensinamos na codeBuddy sobre segurança na internet

6 competências importantes para segurança na internet

4 coisas que você precisa saber sobre a Educação 4.0

4 coisas que você precisa saber sobre a Educação 4.0

O que é metaverso e qual a sua relação com a educação infantil?

Cultura e tecnologia: entenda essa relação e sua importância para o futuro

3 brinquedos DIY recicláveis para fazer com o que você tem em casa

10 brinquedos do Walt Disney World para jovens e crianças ultra digitais

3 séries do Disney Plus para crianças e jovens que amam tecnologia