Blog

Criança e natureza: entenda a importância desse contato para o desenvolvimento infantil

Postado em 14 de junho de 2021 - por codeBuddy

Tomar banho de chuva, correr descalço na terra, entender de onde vem os  vegetais… O contato com o meio ambiente é importante, principalmente no desenvolvimento infantil. Essa relação entre crianças e natureza traz uma série de benefícios intelectuais, emocionais, sociais e físicos. Acompanhe a leitura que vamos falar de tudo isso por aqui!

Em outro artigo, já havíamos falado sobre a importância de gerenciar o tempo de tela de crianças e adolescentes para uma boa formação infantil e juvenil. De acordo com o DQ Institute, organização internacional associada ao Fórum Econômico Mundial, a consciência e o uso saudável do meio digital fazem parte do que chamamos de Inteligência Digital.

O uso saudável da tecnologia está diretamente atrelado ao tempo que passamos conectados, ou seja, é preciso entender a necessidade de fazer atividades desconectadas, de se relacionar com as pessoas fora do meio digital e da importância de estar em contato com a natureza. Fatores que ensinamos aqui na codeBuddy mesmo sendo uma escola de tecnologia!.

No desenvolvimento infantil, a relação criança e natureza é fundamental. Contudo, de acordo com pesquisa de 2019 feita pela EMBRAPA, 80% da população brasileira vive em cidades e, devido a correria do dia a dia, as crianças tendem a ficar 90% do tempo dentro de casa, na maioria das vezes, realizando atividades conectadas.

Quais as recomendações e vantagens da relação entre as crianças e a natureza?

Em 2019, a SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria) lançou um manual falando sobre como o desenvolvimento infantil e juvenil é beneficiado pelo contato entre os jovens e a natureza. De acordo com a publicação:

“Evidências científicas demonstram que o convívio com a natureza, desde a infância, melhora o controle de doenças crônicas – como diabetes, asma e obesidade –, diminui o risco de dependência ao álcool e a outras drogas, favorece o desenvolvimento neuropsicomotor e reduz os problemas de comportamento. Além disso, proporciona bem-estar mental, equilibra os níveis de vitamina D e diminui significativamente o número de visitas ao médico.”

Muita coisa, né? Mas e quais são as recomendações? Existe alguma periodicidade para colocar as crianças e adolescentes em contato com a natureza?

O manual recomenda que as crianças tenham cerca de uma hora por dia de atividades em contato com a natureza. Pode ser para brincar ou aprender, durante o recreio da escola ou no parque à tarde. Outro ponto é que as crianças e adolescentes sempre devem ser orientados por pais e educadores sobre a importância do equilíbrio entre o uso da tecnologia e o contato com o meio ambiente.

Abaixo, uma sugestão de frequência do contato com a natureza considerando o que é fomentado pela SBP e grupos parceiros:

Pirâmide sugerindo como inserir a natureza na rotina da família a partir de uma livre adaptação da pirâmide de conexão com a natureza do Nature Kids Institute.

Na próxima seção do texto você vai ver a listagem que preparamos dos principais benefícios do contato entre crianças e a natureza. Antes disso, vamos deixar aqui embaixo um vídeo com Laís Fleury, uma das responsáveis na escrita deste manual da SBP e coordenadora de uma organização de impacto social – o Instituto Alana. Assista!

6 benefícios do contato das crianças com a natureza

1. Estimular os cinco sentidos e a criatividade

Diferente das telas touchscreen e seus conteúdos em duas dimensões, a natureza é tridimensional e estimula os cinco sentidos humanos: tato, olfato, paladar, audição e visão. Provar sabores novos, como o de uma fruta. Sentir o cheiro de terra molhada e a textura de uma folha, por exemplo.

Além disso, na natureza os brinquedos não são pré-fabricados e com regras ditadas. Gravetos se tornam varinhas ou espadas, folhas viram barquinhos. A criatividade é que conduz a brincadeira ao ar livre.

2. Fortalece vínculos sociais

De acordo com a publicação Health Education Research, de 2018, estudos com crianças escolarizadas comprovaram que as brincadeiras realizadas em áreas verdes das escolas são mais criativas e cooperativas.

Outro estudo, de 2005, aponta que crianças que realizam atividades ao ar livre com regularidade têm melhor capacidade de conviver com outras pessoas, além de serem mais saudáveis e felizes.

3. Gera autonomia e confiança

Assim como a gamificação na educação, estar na natureza também é considerado um tipo de aprendizado ativo, ou seja, que não é conteudista, mas baseado em atividades práticas.

Os jovens precisam ser estimulados a explorar a natureza e aprender enquanto estão em ação. Inclusive, um estudo feito nos EUA, em 2005, mostrou que os  alunos de escolas que ofereciam atividades fora da sala de aula tiveram um melhor aproveitamento em diferentes áreas do conhecimento.

Na natureza, os pequenos e pequenas precisam lidar com um ambiente imprevisível, em que constantemente necessitam tomar decisões, ponderar os riscos e aprender com os resultados. Por exemplo, subir ou não em uma árvore, ou entender se vale a pena sair correndo depois de já ter caído antes enquanto fazia isso. Lidar com essas questões na natureza proporciona o desenvolvimento de autonomia e confiança nas crianças.

4. Ajuda na concentração

Sabe aquela sensação de reconexão, quando passamos muito tempo longe da natureza e depois ficamos mais próximos do verde ou das águas? Você ou alguém próximo já deve ter dito nesse momento: “Ah, tava precisando disso aqui”. Pois é, esse contato faz falta.

Uma publicação da Universidade da Flórida, falando sobre a psicologia das relações entre as pessoas e os ambientes ao seu redor, aponta que a natureza proporciona equilíbrio e autorregulação aos jovens que vivem na cidade, o que auxilia na concentração.

5. Estimula a atividade física e ajuda na nutrição

Durante a infância é preciso se movimentar, explorar e descobrir. Um ótimo ambiente para se fazer isso é em meio à natureza. Ainda segundo a pesquisa Health Education Research, as crianças que brincam em ambientes naturais tendem a ser mais ativas fisicamente, mais conscientes na alimentação e mais cuidadosas com o ambiente e as pessoas.

Além disso, outros estudos apontam que as crianças que possuem contato com a terra e que plantam seus próprios alimentos, tendem a comer mais frutas e vegetais. Esse contato também incentiva hábitos saudáveis de alimentação por toda a vida.

6. Traz benefícios para a saúde

Como falamos, o manual feito pela Sociedade Brasileira de Pediatria traz uma série de benefícios para a saúde que o contato entre crianças e natureza proporcionam. Alguns deles são:

– Reduz o estresse;

– Diminui a chances de obesidade na infância;

– Melhora o controle de doenças crônicas;

– Reduz problemas de comportamento;

– Favorece o desenvolvimento neuropsicomotor, relacionado a comportamentos motores de acordo com a idade.

O equilíbrio entre a tecnologia e a natureza

Vivemos em uma sociedade cada vez mais conectado, contudo, é preciso achar um equilíbrio entre o tempo que passamos online e offline. A vida não acontece só diante de uma ou várias telas, e ensinar isso para as crianças e adolescentes é fundamental.

Uma das responsabilidades das escolas de programação é falar sobre o uso consciente das tecnologias. Sendo assim, instruir sobre os benefícios de equilibrar as atividades conectadas e desconectadas. Algo que realizamos aqui na codeBuddy com o reconhecimento internacional do DQ Institute.

Acreditamos que é esse equilíbrio que vai alavancar, cada vez mais, tecnologias que ajudam o meio ambiente e que, ao mesmo tempo, facilitam nossas vidas. Venha fazer parte dessa revolução junto com a gente e agende uma aula experimental gratuita!

Banner curso regular codeBuddy | Presente de dia das mães

Compartilhe esse texto

< Blog >

Outros artigos

6 perguntas sobre ensino de tecnologia para crianças que ouvimos sempre

6 competências que ensinamos na codeBuddy sobre segurança na internet

6 competências importantes para segurança na internet

4 coisas que você precisa saber sobre a Educação 4.0

4 coisas que você precisa saber sobre a Educação 4.0

O que é metaverso e qual a sua relação com a educação infantil?

Cultura e tecnologia: entenda essa relação e sua importância para o futuro

3 brinquedos DIY recicláveis para fazer com o que você tem em casa

10 brinquedos do Walt Disney World para jovens e crianças ultra digitais

3 séries do Disney Plus para crianças e jovens que amam tecnologia