Blog

4 dicas para ocupar, de forma divertida, o tempo das crianças que ainda estão de férias escolares

Postado em 28 de janeiro de 2021 - por codeBuddy

Era uma vez umas férias…As férias escolares estão chegando ao fim, mas será que ainda é possível aproveitar, de forma divertida, esse tempinho que a criançada tem de férias em casa até que as aulas comecem?  O que fazer para entreter os pequenos, que estão sempre em busca de alguma novidade – ainda mais a geração que já nasceu “colada” nas telas, né? Como fazer algo diferente e aproveitar, da melhor forma, esses últimos dias de férias em casa?

Em tempo de isolamento social, as coisas parecem ficar mais complicadas, afinal, nesse momento delicado, permanecem as restrições das atividades em clubes, academias, áreas sociais de condomínios e até mesmo na casa dos amigos e colegas. Mas não se preocupe! Fique de olho neste conteúdo e confira as ideias do que fazer com o seu filho para que ele aproveite o fim das férias em casa de uma maneira mais divertida e produtiva.

Crianças se divertindo na piscina com óculos e boia de natação

1. Missão impossível

A brincadeira conhecida como a famosa “cama de gato” ganha, aqui, uma nova versão: não somente as mãos fazem parte da brincadeira, mas o corpo todo. Apesar de antiga, é aquele tipo de brincadeira que nunca sai de moda, e os seu pequeno vai adorar! E você só precisa de:

– Barbante

– Fita Adesiva

– Criatividade

Vá prendendo o barbante pelas paredes de um corredor da sua casa, mas sem facilitar para a garotada. Prenda na parte mais alta, depois desça o barbante, dê a volta com ele, vá para frente, depois retorne… Depois, fale para o seu filho que os barbantes são como raios laser, e que ninguém pode encostar neles até encontrar a saída desse “labirinto”.

O melhor de tudo? Seu filho vai desenvolver, por meio do lúdico, o foco, pois a sua atenção estará centrada no que ele está fazendo naquele momento, em seus movimentos. Ele também terá em mente, a todo momento, que precisa cumprir um determinado objetivo, que é sair do labirinto, e para isso precisa vencer a missão de passar pela “cama de gato”. Ou seja: vencendo as barreiras, é possível alcançar um determinado objetivo. E isso fica pra vida. É o famoso aprender brincando”.

É diversão para toda a família e uma ótima forma de ensinar, de forma lúdica, pequenas “lições de vida” aos pequenos durante as férias escolares.

Diversão em família com os personagens do filme Os Incríveis se abrançando

2. Adedanha

Ah, essa também é das antigas, mas continua em alta, até mesmo entre os adultos. Então é uma ótima oportunidade para se divertir em família!

E o mais legal? Você só vai precisar de: 

– Caneta

– Papel

Todos os participantes se reúnem e decidem, em comum acordo, as categorias. E, olha, tem muita coisa legal para entrar aí: “nome de filme”, “música”, “qualidade”, “ação”, “o que tem na escola” e muito mais. É só se deixar levar pela imaginação.

Os participantes se posicionam, de forma que um não veja o que o outro está escrevendo, claro! Todo mundo fala: A-DE-DA-NHA e aponta os dedos para o centro, de forma que todos possam ver. A partir daí, os números das mãos são contados como letras, seguindo o alfabeto. A = 1; B = 2 e por aí vai. A contagem para de acordo com o número de dedos que, nesse caso, contam como letras

 Digamos que tenha caído a letra “L”. Todo mundo vai ter que preencher aquelas características lá do início com a letra “L”. Pode ser estabelecido um tempo e, assim que acabar a contagem, termina a partida. Também dá pra estabelecer outra regra: quem terminar de completar as categorias primeiro fala “stop” e todos devem imediatamente parar de escrever.

Os pontos vão sendo contados, e vão de 0 a 10. Zero para quem não preencher nada, 5 para quem empatar (escrever a mesma coisa que o outro) e 10 para quem escreveu sem empatar com ninguém.

Os pontos vão sendo somados e, no final, vence quem fizer mais pontos. 

Parece uma simples brincadeira para fazer durante as férias escolares, né? Mas, vale prestar atenção: é uma excelente forma de ocupar o tempo e uma ótima ideia para fazer com que a criança assimile e organize seus pensamentos, despertando a criatividade, o prazer pelo pensar e a conexão de ideias. A cada partida, o passatempo vira uma superação, fazendo com que a criança adquira e troque cada vez mais conhecimento.

imagem de uma criança estudando com muitas ideias enquanto escreve

3. O famoso YouTube

A gente já viajou no tempo mostrando algumas brincadeiras que, mesmo não sendo tão atuais, continuam sendo praticadas. Agora, é hora de falar de tecnologia. E quando esse é o assunto, é com a garotada mesmo! O YouTube que o diga, não é? São milhares de vídeos sendo postados na plataforma todos os dias, e a criançada se diverte, tanto postando os seus próprios vídeos quanto dando gargalhadas daqueles que sempre assiste. 

Além disso, é uma plataforma e tanto de aprendizado, fora que é muito acessível, né? A garotada posta vídeos ensinando os macetes de um determinado jogo, dando dicas de maquiagem, de como fazer um penteado bacana. Se deixar, a criançada passa horas na frente da telinha. Produzir conteúdo para o YouTube é uma das atividades que mais ocupa o tempo dos jovens que a realizam e, ao contrário do que se costuma pensar, pode ser muito benéfica para a criançada quando conduzida de maneira responsável. Para entender melhor sobre o que o YouTube pode fazer pelo seu filho e os cuidados a serem tomados pelos pais, leia nosso artigo exclusivo “YouTube na Infância: proibir ou controlar?

cantora gravando um vídeo enquanto se diverte no set de gravação

4. No mundo dos games

Games, tá aí um passatempo que faz a garotada ir ao delírio, literalmente! Divertir-se com os videogames é algo que as crianças e os jovens escolhem fazer com naturalidade para preencher o tempo. E o que não falta é jogo hoje em dia! Tem de tudo: jogos de construção de mundos fictícios e futuristas, de personagens que são controlados por quem joga e que participam de toda a história, de contação de histórias, e por aí vai. 

E não para por aí: para esses jovens que já são encantados pelo universo dos jogos eletrônicos, nada mais estimulante do que aprender a criar seus próprios videogames! Se você ainda acha que isso é coisa de gente grande, a gente tem uma notícia incrível pra te dar: crianças e adolescentes podem aprender a programar jogos desde cedo, e tudo isso de forma leve e divertida. A codeBuddy te ajuda nessa tarefa com cursos rápidos de 4 aulas online e ao vivo para aprender a criar seu game sem sair de casa.

Boa diversão e bom retorno às aulas! 😉

Compartilhe esse texto

< Blog >

Outros artigos

6 competências que ensinamos na codeBuddy sobre segurança na internet

6 competências importantes para segurança na internet

4 coisas que você precisa saber sobre a Educação 4.0

4 coisas que você precisa saber sobre a Educação 4.0

O que é metaverso e qual a sua relação com a educação infantil?

Cultura e tecnologia: entenda essa relação e sua importância para o futuro

3 brinquedos DIY recicláveis para fazer com o que você tem em casa

10 brinquedos do Walt Disney World para jovens e crianças ultra digitais

3 séries do Disney Plus para crianças e jovens que amam tecnologia

5 jogos da Disney para crianças e jovens protagonistas