Blog

Gamificação na Educação: conheça 8 vantagens do método

Postado em 12 de maio de 2021 - por codeBuddy

Pode ser de forma clara ou subjetiva, mas a lógica dos jogos – com suas regras, desafios e objetivos – está presente nas nossas vidas independentemente da idade.

Seja quando somos crianças e ficamos interessados em uma brincadeira, seja na fase adulta quando criamos metas e entendemos as recompensas ao alcançá-las.

Isso nada mais é do que o fundamento dos games aplicado na vida real, um método rico de aprendizado que está presente hoje nas escolas através da gamificação na educação.

Em resumo, a gamificação, também conhecida como ludificação, nada mais é do que o que seu nome já diz: transportar a lógica dos games e seus aspectos lúdicos para outros contextos. 

Levar as características dos jogos para dentro da sala de aula tem diversos benefícios e desenvolve habilidades importantes na formação social e, também, na inteligência digital.

E é sobre isso que vamos falar! Serão abordados os seguintes tópicos:

  • como funciona a gamificação na educação;
  • premissas básicas do ensino gamificado;
  • principais habilidades estimuladas pelo ensino gamificado;
  • principais benefícios da gamificação na educação.

Vamos começar a entender a gamificação na educação.

Como funciona a gamificação na educação?

Mas como funciona a gamificação nas escolas? Isso significa que as crianças vão usar videogames e jogar no computador durante as aulas? Não é bem assim! A ludificação pode vir em diferentes formatos: vídeos, jogos, atividades, projetos…

A gamificação na educação é uma metodologia ativa de ensino, ou seja, não tem uma abordagem apenas conteudista, mas sim baseada em habilidades práticas e competências de aplicação. 

Esse tipo de projeto educacional já faz parte da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) desde 2017. Se você não sabe do que se trata a BNCC, não tem problema! É só conferir o vídeo abaixo:

A mágica de transportar a lógica dos games para dentro da sala de aula é exatamente a liberdade de personalização que essa metodologia proporciona, podendo se adaptar a diferentes contextos. O importante é a criatividade e a aplicação prática!

Por exemplo, na codeBuddy Schools, que é a nossa solução de ensino de tecnologia e inteligência digital para escolas, usamos no dia a dia a gamificação. Em alguns momentos, fazemos uma abordagem mais literal dessa ludificação, quando ensinamos crianças e adolescentes a programarem seus próprios jogos.

Contudo, também aplicamos a lógica da gamificação nas aulas quando propomos uma interação entre os alunos a partir de regras e propósitos claros de aprendizado para resolver um projeto ou solucionar um problema real da sociedade.

Você pode saber mais sobre a codeBuddy Schools aqui e até indicar para a escola do seu filho(a) ou de algum conhecido!

Premissas básicas do ensino gamificado

Para compreender melhor as habilidades desenvolvidas e os benefícios da gamificação na educação, é preciso entender quais as propostas básicas dessa metodologia de ensino. 

Assim é possível saber os princípios pensados pelo professor ou professora na hora de promover uma atividade ou projeto incorporando a lógica dos jogos.

Os princípios das atividades gamificadas são:

  1. Ter objetivos claros sobre o que vai ser aprendido em cada interação;
  2. Promover identificação com os personagens da atividade;
  3. Gerar avaliações ao longo do processo e não de forma isolada, somente “ao fim” do aprendizado;
  4. Conseguir engajar e motivar os alunos com o conteúdo;
  5. Desenvolver autonomia e poder de escolha durante os projetos;
  6. Fortalecer o espírito de coletividade e sensação de pertencimento;
  7. Garantir o interesse e gerar competências com desafios na medida certa;
  8. Incentivar os questionamentos, a exploração e a criatividade;
  9. Promover ambientes acolhedores para dúvidas, propícios para a prática e o reforço.

Interação e engajamento no ensino gamificado.

Principais habilidades estimuladas pela gamificação nas escolas

1 – Autonomia

No mundo dos jogos, a autonomia é um pilar essencial. Em muitos games, os jogadores têm autonomia em conduzir o caminho de uma história ou de tomar decisões do que fazer primeiro dentro do objetivo principal. Essa capacidade é transportada para as atividades gamificadas!

No ensino ludificado, essa habilidade é desenvolvida a partir do poder de escolha que os alunos têm enquanto executam uma atividade, sempre pensando nos objetivos claros e regras práticas daquilo.

A necessidade de se comunicar com outros colegas, ser criativo e controlar o tempo promove a autonomia e o espírito de liderança, associado ao pensamento coletivo.

2 – Criatividade

Aprendendo em cima de projetos específicos, com suas próprias regras e objetivos a serem seguidos, a criatividade é estimulada no ensino gamificado.

Os alunos e alunas precisam ser inventivos para solucionar a atividade dentro das limitações impostas e chegar ao propósito final da tarefa da melhor maneira.

3 – Memória

De acordo com as premissas básicas da gamificação, todas essas tarefas, atividades e projetos devem ser claros em relação ao que vai ser aprendido, ou seja, há um conteúdo por trás das interações. 

Associar os tópicos de ensino a uma metodologia lúdica e interativa facilita o processo de assimilação. Por ser uma metodologia ativa, os estudantes saem da passividade do aprendizado tradicional, tornando maior a retenção desse conhecimento e alavancando o crescimento dos alunos.

4 – Concentração

Esse é um dos grandes dilemas do mundo contemporâneo, onde tudo é acelerado e as tentações à distração são muitas. A concentração é, sem dúvidas, o principal desafio dos professores em sala de aula. 

A gamificação ajuda a gerar mais atenção, pois as atividades gamificadas engajam mais os estudantes, estimulam uma competição saudável e atraem foco ao assunto da tarefa a ser resolvida.

Gamificação na educação: menino e menina navegam juntos em um tablet.

Principais benefícios da gamificação na educação

1 – Ensino mais prazeroso

Usar a lógica dos games dentro da sala de aula torna as atividades mais interativas e permite que os alunos lidem com tarefas reais e objetivos claros.

Tudo isso torna o aprendizado mais lúdico, na forma como os tópicos são ensinados, e mais palpável, colocando o conteúdo na prática. Ou seja… o ensino é muito mais prazeroso.

2 – Aprendizado mais rápido

Os alunos e alunas recebem feedbacks instantâneos enquanto estão realizando uma atividade ou projeto gamificado, o que torna o aprendizado mais rápido e eficiente. 

Isso acontece pois a avaliação do seu conhecimento não acontece posteriormente, num momento isolado. As considerações feitas durante a atividade geram uma consciência maior dos erros, permitindo aos alunos consertarem esses equívocos ainda durante o aprendizado, evitando repeti-los. 

3 – Participação e engajamento

Ao incentivarem criatividade, comunicação, identificação, autonomia e espírito de coletividade, as atividades gamificadas aumentam o engajamento dos alunos nas escolas. Todos ficam ativamente envolvidos em torno de um projeto ou interação. 

Diferentemente do ensino clássico em que o professor ensina e o estudante só aprende de forma passiva, na metodologia da gamificação, os alunos são parte do processo de ensino. É uma via de mão dupla.

O ensino se torna coletivo, porque os jogos permitem que todos participem com ideias e conhecimentos e aprendam com a ideia do outro, que não necessariamente é a do professor ou da professora. A colaboração é incentivada nessa forma de ensino!

4 – Adaptabilidade

A adaptabilidade da gamificação acontece de duas formas. Primeiramente na possibilidade de adaptar sua metodologia a diferentes contextos, tarefas e tópicos de ensino dentro da sala de aula

Em segundo lugar, desenvolvendo nos estudantes uma capacidade de adaptação em diferentes situações, visto que, em cada interação gamificada, eles vão encontrar regras e objetivos diferentes para se adequarem.

E aí, gostou? E se a gente te contasse que existe um ensino que une tudo isso que a gente te contou ao longo do artigo? 

Aqui na codeBuddy, crianças e adolescentes aprendem programação, robótica e educação digital consciente em aulas gamificadas e super divertidas!

Conheça mais da codeBuddy lendo sobre os 7 principais diferenciais da nossa metodologia de ensino.

Compartilhe esse texto

< Blog >

Outros artigos

6 perguntas sobre ensino de tecnologia para crianças que ouvimos sempre

6 competências que ensinamos na codeBuddy sobre segurança na internet

6 competências importantes para segurança na internet

4 coisas que você precisa saber sobre a Educação 4.0

4 coisas que você precisa saber sobre a Educação 4.0

O que é metaverso e qual a sua relação com a educação infantil?

Cultura e tecnologia: entenda essa relação e sua importância para o futuro

3 brinquedos DIY recicláveis para fazer com o que você tem em casa

10 brinquedos do Walt Disney World para jovens e crianças ultra digitais

3 séries do Disney Plus para crianças e jovens que amam tecnologia